Tag Archives: Clipe; Música; Videoclipe; Cultura; Psicólogo; Psicoterapia

Conheça | Mais música para todos os ouvidos!

E dando continuidade a postagem anterior, aqui vão mais algumas dicas de bandas, grupos, projetos ou experimentos musicais. A classificação, na minha opinião, é mera formalidade, o que realmente importa é o significado que damos ao que sentimos quando apreciamos uma música. Então, confira mais algumas sugestões a seguir, sempre lembrando que o objetivo não é agradar a todos e sim ampliar a perspectiva de quem experimenta a respeito da música, seja através do estranhamento, da apreciação ou qualquer outro tipo de sensação. Então, não esqueçam: o negócio é prestar atenção ao que sentimos e, aliás, essa dica vale pra qualquer situação ou momento, então, Permita-se!

Cocoon

Cocoon Comets capa

Cocoon é composto pela dupla Mark Daumail e Morgane Imbeaud que são donos de um par de vozes que combinam harmoniosamente com sons de guitarra, teclado e pontuados com um ukulele esporadicamente, resultando em uma deliciosa mistura de pop/folk. Além de produzirem ótimas músicas, tanto nas melodias quanto nas letras, os videoclipes não fogem à regra: transformam as músicas em verdadeiras viagens musicais. E isto que a jornada dessa dupla está só começando! Assistam a seguir o clipe do single  Comets, que também dá nome ao novo álbum da dupla e confiram a viagem musical a que me refiro.

Robyn

Robyn Body Talk 2

Robyn é o nome artístico da cantora e compositora sueca de 32 anos Robin Miriam Carlsson que iniciou sua carreira em 1993, mas começou a ganhar fama somente a partir do final da década de 90, quando seu álbum Robyn is Here, fez grande sucesso na Suécia e por toda a Europa. No Brasil, infelizmente, Robyn ainda não é muito conhecida, a não ser por alguns remixes que tocam em baladas noite a fora, como por exemplo o remix da música With every heartbeat. Felizmente, isso vem mudando desde o lançamento de seu último álbum, Body Talk, que foi produzido e lançado em três partes respectivamente em junho, setembro, e novembro de 2010. Robyn não produzia um novo álbum desde 2005, quando rompeu com sua gravadora e fundou seu próprio selo chamado Konichiwa Records, obtendo mais autonomia como uma verdadeira artista e não como um produto comercial. Desde então, ela vem emplacando vários sucessos seguidos e obtendo fama mundial. Robyn produz um som eletrônico e dançante repleto de batidas e sintetizadores que lembram bastante os pops europeus da década de 80. Confiram a seguir dois de seus videoclipes mais recentes, o dançante Call your girlfriend, que foi filmado em apenas uma tomada de vídeo e o ótimo Dancing on my own. Impossível ficar parado!

 

Neon Hitch

Neon Hitch - Get Over U

Apontada como aposta da música pop deste ano, a inglesa Neon Hitch está prestes a lançar um disco após disponibilizar algumas de suas músicas na internet como forma de divulgação do seu trabalho. A inglesa viveu desde sua infância no circo, como trapezista, e sua família viajava muito em caravana vendendo joias e roupas. Ou seja, além de compor músicas desde sua infância, Neon diz que não é de lugar algum. Inclusive, podemos conferir abaixo um trecho de um documentário da BBC a respeito de famílias nômades na Inglaterra, onde Neon aparece, ainda criança, juntamente com sua família.

"Get Over U" foi lançada em janeiro de 2011, como primeiro single. A canção é um pop brilhante que acentua muito bem a voz da inglesa, e conta com o belíssimo clipe dirigido por Benny Blanco. Um detalhe importante é que a canção foi escrita pela própria Neon Hitch com colaboração da cantora Sia. Confira a seguir a música e o ótimo clipe.

Adele

Print

Adele Laurie Blue Adkins, é o nome da cantora e compositora britânica conhecida pelo nome artístico de Adele. A carreira da cantora começou a pouco tempo, lançou seu primeiro álbum denominado “19” em 2008, após uma gravadora escutar apenas três músicas que ela mesma havia produzido e postado em seu perfil no “myspace”. Apesar de possuir uma voz espetacular e um ótimo álbum, foi somente em 2011 após o lançamento de seu segundo disco, “21”, que a cantora tornou-se conhecida e vem obtendo fama mundial, inclusive aqui no Brasil. Para se ter uma ideia do talento, a Official Charts Company anunciou que Adele é a primeira artista a alcançar, ainda viva,  uma canção e um álbum como número um ao mesmo tempo na Inglaterra, este fato só ocorreu com Os Beatles, em 1964. Confira a seguir a apresentação ao vivo de Adele no British Awards, o videoclipe da música Rolling in the Deep, um dos singles do último álbum da cantora.

 

Conheça | Música para todos os ouvidos!

Desta vez resolvi fazer uma postagem mais descontraída, resolvi postar sobre alguns grupos musicais que acho interessante e por isso gostaria de divulgar e compartilhar, seja pelo lado experimental, criativo ou inovador, de qualquer forma, acho que vale uma pena dar uma conferida nas bandas sugeridas a seguir. Acho importante uma postagem como estas, pois a música faz parte da vida de todos nós, e com certeza ela é capaz, de com muita facilidade, nos provocar diversas sensações, lembranças e emoções.

Na minha opinião é impossível escutar uma boa música e permanecer indiferente. De qualquer forma, sei que as sugestões a seguir não vão agradar a todos, mas como sei que isso é impossível, vale a conferida para pelo menos nos darmos conta de que a música tem muito mais a nos oferecer do que aquilo que está disponível nas rádios, e vai muito além deste circulo comercial de artistas e gravadoras que nós todos bem conhecemos. Permita-se! Abra-se ao novo, ao desconhecido e ao diferente, independentemente de agradar ou não, com certeza nossos horizontes vão ser ampliados e vamos evoluir como seres humanos que somos. Um pouco de questionamento não faz mal a ninguém. Confira:

WOODKID

Woodkid Capa

Woodkid é o nome dado ao projeto do francês Yoann Lemoine, fortemente conhecido por realizações de anúncios publicitários e videoclipes, e, recentemente, resolveu se adentrar ao mundo da música. Seu EP de estreia, "Iron", também single da obra, tem 6 faixas, sendo 4 originais e 2 remixes. o vídeo clipe da música Iron, mescla uma produção cinematográfica impecável, como era de se esperar, trazendo uma realidade densa, utilizando pouquíssimas cores e elementos em preto e branco. Os slowmotions dos takes são marcados pelo eletrônico da música, altamente influenciado pelo trip-hop, onde o vocal entra pra suavizar o espanto do vídeo e as batidas fortes da música. A seguir você pode conferir sobre o que eu estou me referindo, confira toda a força do videoclipe do single Iron:

 

TUNE YARDS

Tune yards capa

Após o lançamento de seu primeiro disco Bird-Brains (2008), a californiana Merrill Garbus dá sequência ao seu trabalho, entitulado por Tune Yards, lançando seu segundo álbum, dando continuidade ao mesmo tipo de som repleto de bizarrices folk, experimentalismos eletrônicos, batidas fora de ritmo, inserções de afrobeat e um descontrole controlado, a jovem de Oakland nos apresenta agora o ótimo W h o k i l l (2011), outra pérola repleta de esquisitices pop.

Se for para rotular o disco dentro de algum gênero, que este seja o “experimental”. Peguem como exemplo a faixa Gangsta. A faixa começa com sirenes de um carro de bombeiros, logo entram as batidas percussivas, os vocais imitando as mesmas sirenes, um ruído pesado da soma de diversos instrumentos, um teclado sério e Merrill soltando despretensiosamente sua voz. Excentricidade pouca? Então que tal Bizness, com a musicista até enganando na abertura do trabalho com um som sofisticado e doce, até a entrada da mesma esquisitice que acompanha as demais composições do álbum. Do começo ao fim do álbum, Merrill Garbus não decepciona o ouvinte, mantendo firme o passeio excêntrico através dos sons de sua música. Confira o excelente videoclipe da música Bizness a seguir:

 

THE SOUND OF ARROWS

The sound of arrows magic

A banda sueca The Sound of Arrows estreou um novo clipe. Em “Magic”, a dupla da banda, formada por Oskar Gullstrand e Stefan Storm, não aparece. Tudo por um bem maior. Eles dão lugar a uma história toda fabulosa à la “Onde Vivem os Monstros”, do escritor Maurice Sendak. No clipe, dois irmãos, na Espanha, acordam e estão sem os pais. Aí eles saem, se divertem em aventuras, quebram carros e até conversam com monstros.

A banda indie The Sound of Arrows chegou ao mainstream este ano com muita música boa, embora eles já tenham um single de sucesso de 2009, chamado “Into the Clouds”. Sentem-se confortavelmente, aumentem o volume e confiram o despretensioso e excelente videoclipe do single Magic. Confiram:

Estes são três exemplos de bandas que eu acho realmente interessantes, pretendo fazer mais algumas postagens neste estilo, com sugestões de músicas e futuramente de filmes. Então, se alguém tiver alguma dica de algo interessante para ser postado aqui no blog, fique a vontade pra mandar através dos comentários ou por e-mail. Por enquanto é isso. Permita-se e, quem sabe, descubra algo novo hoje!