Em uma sociedade como a nossa, em que o errar é reprovável e é visto como fraqueza, encontrar um vídeo que mostra com simplicidade uma mensagem tão importante e significativa como essa, já é por si só inspirador para se começar 2012. Errar é bom, errar é aceitável e faz parte de qualquer processo de aprendizado, crescimento e evolução. Portanto, erre mais em 2012, e corra o risco de acertar!

Compartilhe: